quinta-feira, agosto 30, 2012



O intelectual é um urubu
que se julga vestido
mas que está nu,
com uma pena de pavão
enfiada
no cu.


Padre Daniel Lima


Aos 95 anos, o padre recifense venceu, por unanimidade, o Prêmio de Poesia da Fundação Biblioteca Nacional 2011. Se alguém ainda tem dúvida sobre a obra de Daniel Lima é bom saber que Ferreira Gullar e Affonso Romano de Sant'Anna foram batidos pelo pernambucano no referido prêmio.






O padre nasceu na cidade de Timbaúba, Zona da Mata Norte do Estado. O sacerdote fazia parte do clero da Diocese de Nazaré e foi professor de filosofia na Universidade Federal de Pernambuco. Estudou nos seminários de João Pessoa (PB) e de Timbaúba (PE). Ele é autor de 27 livros de filosofia, teologia e poesia. Ele recebeu em dezembro o Prêmio Alphonsus de Guimaraens da Biblioteca Nacional.


segunda-feira, junho 27, 2011

"NÃO É POSSÍVEL ESTAR DENTRO DA CIVILIZAÇÃO E FORA DA ARTE."
Rui Barbosa.ng

sábado, março 26, 2011

























Com Tito Lívio, amigo de longas datas.












































































































































MORRE O MÚSICO PERNAMBUCANO LULA CÔRTES. ELE VINHA LUTANDO CONTRA UM CÂNCER E FALECEU NESTA MADRUGADA DE 26/03/2011.
QUE TRISTE!

Tenho orgulho de ter conhecido um ser humano sem igual no senso de humor e no teimoso otimismo, mesmo diante dos percalços que a vida insistia em trazer pra ele.
Meus olhos estão rasos d'água pela sua ida.
Descanse em paz Lula.
Fique com Deus.
Foi muito bom ter convivido com um artista de coração enorme, cuja simplicidade nos deixava tão à vontade para brincar, interagir com ele na música: ele tocava o seu tricórdio (que ele dizia parecer um rapa-côco... sim, ele tinha um espírito brilhante e sem arrogância, como que desdenhando do seu enorme talento! UM BRINCALHÃO! Um cantor, compositor, artista-plástico sem igual! um Gênio!) juntos os os mais diversificados músicos muito à vontade, assim como eu me senti tocando meu pandeiro em algumas oportunidades em comemorações de aniversários de amigos em comum e no dele próprio, quando ainda morava na sua querida casa de praia em Candeias ( Jaboatão-PE, e o último nesta casa... ).
As saudades que deixas não têm tamanho.
Você estará sempre no meu coração.


quinta-feira, fevereiro 17, 2011

http://pe360graus.globo.com/diversao/diversao/carnaval/2011/02/15/NWS,529219,2,384,DIVERSAO,884-CONFIRA-PROGRAMACAO-MUSICAL-PRE-AMP-2011.aspx

http://www.youtube.com/user/cabelodeserpente


Fase Eliminatória do PreAmp 2011.

NÓS TOCAREMOS NA SEXTA, 18 DE FEVEREIRO, NO PÁTIO DE SÃO PEDRO DE SÃO PEDRO. oS SHOWS COMEÇAM AS 19:00hS, MAS TOCAREMOS POR VOLTA DAS 20:00hs!

BORA!


sábado, setembro 18, 2010
















Vigia noturno.

ARTE EM TODA PARTE.

sexta-feira, março 12, 2010

quinta-feira, fevereiro 25, 2010
















Me dê a mão, vamos sair pra ver o sol...

quinta-feira, fevereiro 18, 2010

A terra é insultada e oferece suas flores como resposta.
(Rabindranath Tagore)

sábado, fevereiro 06, 2010





















Camisa Listrada
Assis Valente

Vestiu uma camisa listrada e saiu por aí
Em vez de tomar chá com torrada ele bebeu parati
Levava um canivete no cinto e um pandeiro na mão
E sorria quando o povo dizia: sossega leão, sossega leão
Tirou o anel de doutor para não dar o que falar
E saiu dizendo eu quero mamar
Mamãe eu quero mamar, mamãe eu quero mamar
Levava um canivete no cinto e um pandeiro na mão
E sorria quando o povo dizia: sossega leão, sossega leão

Levou meu saco de água quente pra fazer chupeta
Rompeu minha cortina de veludo pra fazer uma saia
Abriu o guarda-roupa e arrancou minha combinação
E até do cabo de vassoura ele fez um estandarte
Para seu cordão

Agora a batucada já vai começando não deixo e não consinto
O meu querido debochar de mim
Porque ele pega as minhas coisas vai dar o que falar
Se fantasia de Antonieta e vai dançar no Bola Preta
Até o sol raiar














Roda Viva
Composição: Chico Buarque

Tem dias que a gente se sente
Como quem partiu ou morreu
A gente estancou de repente
Ou foi o mundo então que cresceu...
A gente quer ter voz ativa

No nosso destino mandar
Mas eis que chega a roda viva
E carrega o destino prá lá ...

Roda mundo, roda gigante
Roda moinho, roda pião
O tempo rodou num instante
Nas voltas do meu coração...

A gente vai contra a corrente
Até não poder resistir
Na volta do barco é que sente
O quanto deixou de cumprir
Faz tempo que a gente cultiva
A mais linda roseira que há
Mas eis que chega a roda viva
E carrega a roseira prá lá...

Roda mundo, roda gigante
Roda moinho, roda pião
O tempo rodou num instante
Nas voltas do meu coração...

A roda da saia mulata
Não quer mais rodar não senhor
Não posso fazer serenata
A roda de samba acabou...

A gente toma a iniciativa
Viola na rua a cantar
Mas eis que chega a roda viva
E carrega a viola prá lá...

Roda mundo, roda gigante
Roda moinho, roda pião
O tempo rodou num instante
Nas voltas do meu coração...
O samba, a viola, a roseira
Que um dia a fogueira queimou
Foi tudo ilusão passageira
Que a brisa primeira levou...

No peito a saudade cativa
Faz força pro tempo parar
Mas eis que chega a roda viva
E carrega a saudade prá lá ...

Roda mundo, roda gigante
Roda moinho, roda pião
O tempo rodou num instante

terça-feira, dezembro 08, 2009

















"Quando você olhar pra algum corpo
Que não seja perfeito
Olhe direito
Pois cada olhar tem o seu defeito".

Fernando Catatau (Cidadão Instigado)



sábado, novembro 21, 2009

Funk como le gusta
Entrando na sua

Vejam como é deliciosa esta sensação de paz

(Paz... Paz...)

Agora escutem:
Relaxem o corpo
Descontraiam-se totalmente

Calmamente vamos nos condicionando para uma proveitosa prática
E pensem que estão absorvendo paz, alegria, serenidade e pureza junto com o oxigênio inspirado.
Retenham o ar e imaginem que o oxigênio absorvido está passando para o sangue.

Para promovermos a desintoxicação geral
De todas as células do nosso organismo,
Para regularizarmos as funções de todos os órgãos de nosso corpo
E, principalmente, para re-equilibrarmos
De maneira completa e definitiva o nosso sistema nervoso

Essa deliciosa sensação que vocês agora estão sentindo,
Alegria, ternura, serenidade, otimismo, euforia...
E, às vezes, um delicioso sono...
Durmam se tiverem vontade!

Deliciosos estados da alma [?]
Sublimes estados íntimos de paz, alegria

Agora escutem...

sexta-feira, novembro 20, 2009






















O Rio São Francisco continua liiiiiiiiindo, lindo, lindo....
"Eu jogo ao fogo todo o meu sonhar
Eu quero ver o fogo se queimar
E até no breu reconhecer
A flor que o acaso nos dá
Eu jogo pérolas ao deus dará"

Zé Miguel Wisnik e Paulo Neves
...e são as erupções silenciosas da pele,
essa ferrugem de fios tensos entre os homens:
revelando intimidades possíveis;
Transnudando cores,
o fôlego contínuo da existência
como o deserto que dorme no fundo de um oceano
o arame que insiste no poema estanque

...a violência da delicadeza

do Nós, Por exemplo, Belo horizonte, Minas gerais.

quarta-feira, outubro 14, 2009

As Música Que Os Loucos Ouvem
Mundo Livre S/A

This is not the music
This is not
Essa não é a musica

Que os arcebispos ouvem
Quando estão fornicando
Esta não é a música
Que as enfermeiras ouvem
Quando estão matando
Qual será esta música?

Quem ouvem esta música?
Pra que serve esta música?
Esta não é a música

Que os jornalistas ouvem
Quando estão mentindo
Esta não é a música
Que os suicidas ouvem
Quando estão caindo
(Laing, Chessman... farão

música pop
Warhol, Kubrick ... farão
vídeo clips
Sandino, Marcos... milhões de heróis se acotovelam em nossas
telas e nós os velamos em nossassalas chupando balas)

quarta-feira, agosto 26, 2009

A Galinha
Ferreira Gullar

Morta
Flutua no chão
galinha.

Não teve mar, nem
quis, nem compreendeu aquele ciscar quase feroz. Cis-
cava. olhava o muro. Aceitava-o negro e absurdo.

Nada perdeu. O quintal
não tinha
qualquer beleza.
Agora
as penas são só o que o vento roça,leves.

Apagou-se-lhe toda cintilação, o medo.
Morta.Evola-se do olho seco
O sono. Ela dorme.
Onde? Onde?

domingo, julho 19, 2009

Qual seria a sua idade se você não soubesse quantos anos você tem?

Confúcio

sexta-feira, junho 26, 2009















Futuros Amantes

(Chico Buarque)

Não se afobe, não
Que nada é pra já
O amor não tem pressa
Ele pode esperar em silêncio
Num fundo de armário
Na posta-restante
Milênios, milênios
No ar

E quem sabe, então
O Rio será
Alguma cidade submersa
Os escafandristas virão
Explorar sua casa
Seu quarto, suas coisas
Sua alma, desvãos

Sábios em vão
Tentarão decifrar
O eco de antigas palavras
Fragmentos de cartas, poemas
Mentiras, retratos
Vestígios de estranha civilização

Não se afobe, não
Que nada é pra já
Amores serão sempre amáveis
Futuros amantes, quiçá
Se amarão sem saber
Com o amor que eu um dia
Deixei pra você